2º Encontro Ambiental da USCA promove integração entre empregados

Evento ocorreu em fevereiro de forma presencial

Com o objetivo de integração da equipe, empregados da Unidade de Serviço de Controle Ambiental (USCA) participaram, na terça (27/02) e quarta-feira (28/02), do 2º Encontro Ambiental da USCA. Por meio da realização de dinâmicas, palestras e treinamentos, eles tiveram a oportunidade de conhecer melhor os colegas de trabalho, os processos, ações e planos da Unidade. O Encontro foi realizado na sede da Companhia.

Na abertura do evento, realizada no auditório, o diretor de Desenvolvimento Tecnológico, Meio Ambiente e Empreendimentos (DTE), Pablo Ferraço Andreao, falou do momento de transformação da Companhia, simbolizado pela mudança de marca no início do ano. “Os desafios são enormes, mas estamos aqui juntos e motivados. Quanto mais nos integrarmos, mais seremos capazes de entregar um trabalho melhor para os nossos clientes”, enfatizou.

Também na abertura do Encontro, o superintendente de Desenvolvimento Ambiental (SPDA), Nelson Guimarães, falou do sentimento de felicidade com a reunião de toda a equipe da USCA para este evento. “O momento de integração é sempre muito importante para entendermos todas as atividades e os desafios da unidade”, afirmou.

“Estamos passando por um momento de muitas mudanças no setor de saneamento, mas também mudanças internas da Companhia. Percebemos, cada vez mais, que a Copasa é uma referência no nosso país e, são todos vocês, no dia a dia, executando suas atividades, que estão contribuindo para isso. Apesar de nossos processos serem muito diversificados, somos todos uma equipe”, ressaltou o gerente da USCA, Alessandro Palhares.

A Unidade de Serviço de Controle Ambiental passou, recentemente, por uma reestruturação, com a incorporação de 34 novos empregados do interior responsáveis pela execução das atividades ambientais nas gerências regionais. Por isso, o 2º Encontro da Unidade teve como um de seus objetivos apresentar a todos empregados, terceirizados e estagiários essa nova estrutura.

Para proporcionar a integração entre empregados da sede e do interior do estado, logo na primeira manhã do evento, o assistente ambiental Givanildo de Almeida Cruz, conduziu uma dinâmica com o objetivo de estimular os empregados a se conhecerem. Um momento foi então reservado para que eles pudessem falar uns com os outros sobre seu trabalho dentro da Companhia.

“Eu, Copasa e meio ambiente somos um”

Exaltando valores como ética, respeito e responsabilidade social e ambiental, Júnia Silveira Martins, engenheira de planejamento e controle da SPDA, ministrou a palestra “Eu, Copasa e meio ambiente somos um”. “Se não entendemos que o que um faz afeta o outro diretamente, perdemos a oportunidade de compreender que somos um grande sistema”, explicou Júnia, chamando a atenção ainda para a compromisso da Companhia de cuidar do meio ambiente.

Dando prosseguimento ao evento, o gerente da USCA, Alessandro Palhares, ressaltou que a Copasa tem como objetivo se tornar referência em excelência na gestão ambiental até 2029. Nesse sentido, ele afirmou que empresa tem buscado, cada vez mais, a sustentabilidade. Para isso, a Companhia tem trabalhado em diversas frentes.

Uma delas, bastante destacada por Alessandro, é o programa de conformidade ambiental, iniciativa recentemente aprovada pela diretoria que visa ao alinhamento das ações da empresa à legislação ambiental, por meio, sobretudo, de ações preventivas para minimizar os impactos gerados pelas atividades e empreendimentos da Companhia. Questão que, na avaliação dele, ganha ainda mais importância no momento em que empresa busca ampliar o esgotamento sanitário e o abastecimento em razão do novo Marco do Saneamento.

Foco na capacitação

No segundo dia do Encontro da USCA, o foco foi a capacitação dos empregados da unidade nos diversos processos relativos ao Programa Pró-Mananciais e ao Sistema de Gestão de Informações de Recursos Hídricos e Ambientais (GERHA). Conforme planejamento, foram criadas duas turmas heterogêneas para realizar treinamentos específicos do programa.

Pela manhã, uma turma realizou o treinamento do GERHA no miniauditório 1 e, a outra turma, que ficou na sala Jequitinhonha, no Centro de Treinamento, recebeu orientações e diretrizes dos processos relacionados às ações ambientais. No período da tarde, as turmas foram trocadas de ambiente e receberam treinamentos cujo foco foi atender todos os empregados que trabalham com ações de educação ambiental no interior e Região Metropolitana.

Para Paulo Vagner dos Santos, da equipe ambiental de Varginha, o treinamento foi bem interessante para entender como funciona a plataforma do Pró-Mananciais. “É um modo de vermos como trabalharmos com os fluxos, como os dados de monitoramento ambiental são inseridos, como acessar as informações”, exemplificou.

Na mesma linha, Alexander Amarante Lopes, de Janaúba, também considerou o treinamento e as demais atividades do Encontro da USCA muito proveitosos, “para aprender, tirar as dúvidas e conhecer novos colegas”, possibilitando o aperfeiçoamento do trabalho e o fortalecimento das equipes da Unidade que atuam no interior.

Mara Suely Ferreira de Lima, de Varginha, disse que o treinamento foi muito bom e possibilitou o esclarecimento de dúvidas. “Temos pessoas que são novas na área. Trabalhamos em campo e passamos por vários processos. Lidamos com várias pessoas, prefeituras, câmaras, entidades…  É importante sabermos como levar o nome da Copasa de maneira correta e mostrar esse trabalho maravilhoso do Pró-Mananciais”.

Balanço das atividades

Ao longo dos seus dois dias de atividades, o evento tratou de temas como regularização ambiental, educação ambiental e monitoramento e conformidade ambiental, abordando ações, avanços, desafios e planos para este e para os próximos anos.

Vicente de Paula Rodrigues, da equipe ambiental de Santa Luzia, ficou satisfeito com toda a troca de experiências proporcionada pelo evento. “Achei esse encontro brilhante. A gerência nos deu liberdade e ouviu a opinião de todo mundo, o que incentiva o nosso trabalho no dia a dia”.

 “Acredito que, com o reforço dos conceitos e das práticas de nossas atividades, bem como o repasse das novas diretrizes, foi possível compreender o tamanho do desafio que temos pela frente, mas com grande perspectiva de alcançar excelentes resultados porque a equipe está imbuída e comprometida com a recuperação e preservação do meio ambiente, bem como no cuidado das águas que abastecem a população de Minas Gerais”, avaliou Givanildo Cruz. “Todos e todas estão de parabéns. Sigamos em frente”, complementou.

Para Alessandro Palhares, esse Encontro foi importante para “integrar a equipe, padronizar processos, dar orientações e escutar demandas de quem trabalha em campo”. O gerente da USCA disse que recebeu feedback positivo dos participantes e que o evento foi fundamental para alinhamento de toda a equipe da Unidade às diretrizes da Companhia.

Compartilhe este post