A Importância dos Agentes de Educomunicação no Desenvolvimento Territorial

O programa Pró-Mananciais irá formar agentes de educomunicação para atuarem junto aos Colmeias

Com o avanço das mudanças climáticas e os desafios na relação homem e natureza, a presença de agentes de educomunicação socioambiental surge como um elemento-chave na promoção de mudanças positivas nos territórios. Esses profissionais desempenham um papel fundamental ao articular conhecimentos, engajamento comunitário e práticas educativas, capacitando as comunidades a enfrentarem desafios ambientais e sociais de maneira integrada e sustentável.

Evento Pacto das Água no município de Varginha – 06/2022

Os agentes de educomunicação socioambiental atuam como facilitadores do diálogo na comunidade. Essas pessoas promovem uma cultura de colaboração e engajamento ativo entre os membros da comunidade. 

Eles estimulam a coleta de ideias e ações práticas coletivas, capacitando os cidadãos a lidarem com desafios socioambientais do próprio território. Essa participação ativa não apenas fortalece os laços comunitários, mas também aumenta a eficácia das iniciativas socioambientais locais, além de promover a sustentabilidade.

O Programa Pró-Mananciais da COPASA visa ainda neste ano de 2024 capacitar representantes dos Colmeias para serem esses agentes de transformação nas regiões em que atuam. Para isso, o FunBEA, empresa contratada, tem feito reuniões com as equipes do Pró-Mananciais e com especialistas em educomunicação socioambiental para entender as realidades do território, esclarecer conceitos e abrir diálogo para as formações com os Colmeias. Essas formações contarão com oficinas de formação em educomunicação, tanto presenciais quanto online. 

Compartilhe este post