Os COLMEIAS e a sua importância na preservação ambiental 

Os Coletivos Locais de Meio Ambiente são verdadeiros guardiões da natureza, saiba mais sobre a sua atuação! 

Os mananciais, ou nascentes, desempenham um papel fundamental no fornecimento de água doce para comunidades e ecossistemas. Eles são fontes naturais de água, como rios, lagos, represas e aquíferos, que fornecem o suprimento de água potável para inúmeras cidades e regiões.

Atividade do projeto Pró-Mananciais com integrantes das Colmeias

Em um mundo cada vez mais consciente da importância da preservação do meio ambiente, os Coletivos Locais de Meio Ambiente (Colmeias) têm se destacado como protagonistas na luta pela conservação da natureza, principalmente das águas que cortam o estado de Minas Gerais. Esses grupos, compostos por cidadãos engajados e comprometidos com a causa ambiental, desempenham um papel vital na proteção de ecossistemas locais e na promoção de práticas sustentáveis.

O crescente interesse e preocupação com questões ambientais têm levado à formação de Coletivos Locais de Meio Ambiente em comunidades de todo o mundo. E com o projeto Pró-mananciais não seria diferente! Hoje são 249 Colmeias, com quase 4.000 membros participantes, todos com um compromisso em comum: trabalhar em prol do meio ambiente local.

Atividade do projeto Pró-Mananciais com integrantes das Colmeias

Uma das principais atividades realizada pelo programa é a conscientização da comunidade, instrumentalizando os integrantes dos Colmeias, promovendo a educação ambiental, realizando palestras, workshops e ações de sensibilização para alertar a população sobre questões críticas, como a degradação de áreas naturais, poluição, desmatamento e ameaças à biodiversidade. 

Encontro Anual dos Colmeias

Além disso, os Colmeias, com auxílio da COPASA,  frequentemente se envolvem em atividades práticas, como o cercamento em Áreas de Proteção Permanente (APP) , recuperação de estradas, o plantio de árvores e sementes, além de atuarem na restauração de ecossistemas degradados. Eles atuam como agentes de mudança, trabalhando em estreita colaboração com órgãos governamentais, empresas e ONGs para implementar ações concretas que beneficiem o meio ambiente.

Os resultados obtidos por esses grupos são notáveis. Só com o Pró-Mananciais – foram: mais de 600 mil mudas plantadas, mais de 2.000 quilômetros de estradas recuperadas e 2.500 quilômetros de cercamento. O resultado disso são áreas naturais salvas da degradação, graças ao esforço contínuo desses coletivos. Contribuindo, também, na construção de uma cultura de respeito à natureza e influenciando positivamente a forma como as comunidades interagem com o meio ambiente.

Compartilhe este post